URGENTE: Precisamos de doações para pagar o DOMÍNIO e HOSPEDAGEM do Projeto Jogatina.
Qualquer valor é válido!
Para mais informações escrevam para doacoes@projetojogatina.org

Projeto Jogatina

Jogatina
vitoriosa

Tudo misturado.
NES Remix (WIIU)
Por fredtoy
• Criada em 27 de fevereiro de 2014
• Essa jogatina já foi visitada 915 vezes.


    Screenshot contruibuído por um membro do projeto.

    Joguinho bem bacana. É uma coleção de desafios envolvendo os clássicos dos primórdios do Nintendinho.

    24 comentários para
    Tudo misturado.

        • Fred,
          não acesso pois uso uma conta brasileira e a eShop nacional do wii u non-existe :(
      • De qualquer forma, se sair em disco corra atrás. O jogo é muito divertido. É como passar a tarde em uma jogatina de Nintendinho. Cumpre uns desafios no Donkey Kong, passa para o Mario Bros, ganha umas corridas no Excitebike... e por aí vai. Os Remix também são muito interessantes. Acrescentam elementos muito doidos nos jogos. Tipo passar uma fase do Excitebike à noite, só enxergando onde bate o farol ou passar uma fase do Donkey Kong com o Link no lugar do Mario.
      • Imaginei que era isso. Não sei porque ainda não liberaram o eShop no WiiU para o Brasil. Imagino que tenha a ver com aquela treta dos grandes bancos privados não estarem aceitando pagamento em Real feito no exterior.

        Eu também uso o console no dia a dia com uma conta nacional (a mesma que vinculei no 3DS). Mas rola de ter até 5 contas cadastradas em um mesmo console. Uma delas eu criei um Mii com conta gringa. Tive que fazer isso para resgatar o Zelda Wind Waker (meu console é o bundle com WW). Esse Mii fica lá parado. Quando quero usar o eShop, mudo a região do console para EUA e entro com esse Mii. Depois, volto para Brasil e entro com o meu Mii padrão.
        • Espero que a galera consiga migrar de conta pra nacional e levar os jogos junto ou algo do gênero.
        • Basicamente todas as lojas virtuais tiveram problemas e atrasos pra conseguir funcionar no Brasil. App Store só conseguiu ter jogos na versão brazuca qse no meio de 2012.
          Quase sempre o problema é classificação etária. Mesmo nas lojas virtuais, todos os jogos precisam passar por perícia do Ministério da Justiça (acho que é da justiça, se me lembro bem...) antes de poderem ser vendidos...
        • Flyer, o lance é que já existe o eShop para o 3DS no Brasil. Com preço em Real e tudo mais. O quanto é difícil por o eShop do Wii U no ar, sendo que eles já tem uma loja virtual funcionando para o Brasil?

          E esse lance de classificação etária não é justificativa. Na gringa os jogos são submetidos aos ESRB/CERO/PEGI e afins e não atrasam. Já faz parte do cronograma o tempo necessário para obter a classificação etária. Me parece falta de organização ou interesse jogar a culpa dos serviços pela metade neste tipo de coisa.
        • Não é. As coisas são diferentes...
          App Store, que é o exemplo que dei, ficou anos com versão brazuca antes de ter os jogos nela. Mesmo atualmente, só tem uma parcela dos jogos lá de fora por aqui.
          ESRB, PEGI e CERO são voluntárias. Mesmo que lojas físicas, normalmente, não aceitem vender nada sem ter avaliação antes, nada impede que um jogo seja vendido em lojas virtuais sem nenhuma avaliação. Na verdade a coisa mais comum são jogos vendidos exclusivamente on-line sem ter classificação, ou que comecem a ser vendidos com a tal "classificação pendente".
          Mas ai tem os rolos e particularidades do Brasil (e de alguns poucos lugares do mundo também. Brasil não é de todo diferente da Austrália, por exemplo...)
          Primeiro era preciso enviar todos os jogos, independente do formato de distribuição, para avaliação. Então a Google achou uma falha no texto da lei para vender sem classificação: a lei dizia que só precisava mandar jogos vendidos fisicamente ou com servidores de onde eram distribuídos residentes em solo nacional. Então a lei foi mudada rapidamente para impedir isso, mas também para permitir a auto-classificação: se um jogo for distribuído exclusivamente pelo meio eletrônico e foi classificado por uma entidade com metodologia considerada adequada, pode ser vendido por aqui somente adaptando a classificação existente.
          Isso criou dois problemas:
          1- Nunca foi definido o que é metodologia adequada. ESRB é? PEGI é? A avaliação da Apple é? Da Steam? Ninguém sabe com certeza. Google libera quase "tudo e qualquer coisa". Apple e MS bloqueiam muita coisa de vir para cá. Ninguém é louco de usar CERO como padrão. Cada empresa aceita certos riscos com base do que espera ter de retorno. A idéia era que a IARC fosse adotada rapidamente por todos, mas não é o que está acontecendo. Steam e App Store, por exemplo, já estão em "fase de negociação" nos últimos 2 anos!
          2- Qualquer jogo que possui versão física ainda ainda precisa passar manualmente pela classificação. Jogo de Virtual Console, por exemplo, precisa ser enviada cópia pro MJ. Cada um deles. Em um processo que, na capacidade atual, leva mais de um mês. Imagina enviar uma centena de jogos! O MJ simplesmente vai recusar uma parte dos jogos, para serem reenviados posteriormente quando tiverem como avaliar. Coisa que já fizeram antes...
          Sem contar que o Brasil teve pelo menos 3 regras diferentes de 2011 pra cá! A última mudança não tem 6 meses... como você investe em algo sem saber se não vai mudar a regra, novamente, em 6 meses?

          É a mesma história que se repetiu várias e várias vezes. Todas as lojas virtuais passaram por isso. E não parece que vai mudar tão cedo.
        • Obrigado pelo esclarecimento Flyer.

          Voltando especificamente ao eShop do Wii U, que foi o que motivou a discussão. Eu ainda acho difícil entender como a Nintendo pode disponibilizar o eShop do 3DS para o Brasil (em português e com preços em Real), ele ser atualizado toda quinta com o mesmo conteúdo do eShop dos EUA, e ela não conseguir fazer isso com o eShop do Wii U.
    1. Completei a série de desafios do Legend of Zelda. Muito bacana. Os desafios fazem um apanhado do que é o jogo. Nos outros jogos também é assim. Mas neste, como é um jogo com final e quests bem defindas, fica mais claro. Os desafios vão desde pegar a espada na caverna, passando por matar todos os inimigos de uma tela sem tomar dano, derrotar chefes e pegar pedaços do Triforce, até derrotar o Ganon e salvar a Zelda.
      • Percebi duas coisas jogando o NES Remix.

        1- A jogabilidade de alguns jogos dos primórdios do NES é péssima comparando com o que veio depois. Os jogos são bem legais, mas os bonecos no Mario Bros e Ice Climber escorregam muito e tem o pulo esquisito. O primeiro Super Mario Bros, onde o controle do personagem é mil vezes mais preciso, fica mais impressionante e revolucionário comparado com os outros jogos da série preta.

        2- Eu nunca tinha jogado Wrecking Crew. Pude perceber ali as raízes do Donkey Kong '94, e por tabela da série Mario vs Donkey Kong.
    2. Terminei o Remix 2 e subiu os créditos. Faltam as fase de bônus, mas vou considerar o jogo terminado. Agora é tentar fazer 3 estrelas em todas as fases e completar a coleção de carimbos.

      A jogatina continua!
    3. Vou me concentrar primeiro em conseguir 3 estrelas nos desafios dos jogos, depois passo para os remix e por último os desafios bônus.

      Já consegui completar as séries de desafios de alguns jogos. Depois vou anotar com mais detalhes aqui.
    4. Completei 3 estrelas nos desafios individuais de quase todos os jogos. Os riscados são os que já fiz borda dourada (pegar as 3 estrelas em todos os desafios).

      Balloon Fight
      Clu Clu Land
      Donkey Kong
      Donkey Kong Jr.
      Excitebike
      Golf
      Ice Climber
      Mario Bros.
      Pinball

      Super Mario Bros. (só falta o último desafio)
      The Legend of Zelda
      Wrecking Crew
      Remix I
      Remix II
      Bonus
    5. Progresso:
      Estrelas: 528 / 612
      Carimbos: 92 / 100

      Desafios completos:
      Balloon Fight
      Clu Clu Land
      Donkey Kong
      Donkey Kong Jr.
      Excitebike
      Golf
      Ice Climber
      Mario Bros.
      Pinball
      Super Mario Bros.
      The Legend of Zelda
      Wrecking Crew
      Remix I

      Remix II
      Bonus
    6. Falta só completar os desafios bonus. Já passei mais da metade deles. Até agora está bem mais tranquilo que os desafios remix. Tem alguns jogos (Urban Champion, Donkey Kong 3 e outros) cujo os desafios só aparecem no bonus.

      Progresso:
      Estrelas: 585 / 612
      Carimbos: 94 / 100

      Desafios completos:
      Balloon Fight
      Clu Clu Land
      Donkey Kong
      Donkey Kong Jr.
      Excitebike
      Golf
      Ice Climber
      Mario Bros.
      Pinball
      Super Mario Bros.
      The Legend of Zelda
      Wrecking Crew
      Remix I
      Remix II

      Bonus
    7. Só falta conseguir as 3 estrelas no último dos desafios bonus. O desafio é uma maratona de 44 etapas envolvendo o jogo Super Mario Bros. Cada etapa dura apenas alguns poucos segundos e normalmente consiste em achar o bloco com o cogumelo nas mais diversas situações. Passei o desafio usando vários continues e ganhei apenas uma estrela.
    8. Missão cumprida! em todos os desafios do jogo!

      Quanto aos carimbos, consegui 95% deles. Ao completar cada desafio você recebe uma quantidade de bits. Cada carimbo é desbloqueado depois de acumular uma determinada quantidade de bits. Não vou ficar repetindo os desafios só para acumular bits. Eu poderia tentar rainbow stars em todos os desafios e aproveitar para pegar os carimbos restantes. Mas a jogatina já deu o que tinha para dar e a fila do jogante tem que andar.

    Tabela de caretas e tags +
    Os comandos personalizados disponíveis são:
    [b] negrito [/b]
    [i] itálico [/i]
    [u] sublinhado [/u]
    [s] riscado [/s]
    [x] spoiler [/x]
    [-] bolinha indicadora de lista

    Deixe uma resposta

    Assinar comentários desta página via RSS

    Projeto Jogatina

    "You have to defeat sheng long to stand a chance"
    Street Fighter
    "Jogatina para Jogadores Honestos."

    © 2018 Projeto Jogatina
    © 2018 Igreja do Famicom Invisível
    © 2018 NES Archive
    Idealizado por Pastor Cospefogo.
    Todas as marcas, jogos, personagens e produtos aqui mencionados são propriedades de seus próprios autores.
    Todos os comentários e análises são de responsabilidade de seus respectivos autores.
    O sítio Jogatina não tem nenhum vínculo ou objetivo comercial. Gamepad icons by Deleket (Jo Mendoza).
    Voltar ao topo